26 de abril de 2016

5 coisas que tenho sempre comigo



Não consigo descrever o sentimento que se apodera de mim quando quando saio de casa e reparo que me esqueci de alguma coisa do meu leque de coisas que tenho obrigatoriamente de ter sempre comigo. Esquecer-me do caderno que uso para as aulas? Ok. Esquecer-me do casaco? Sobrevivo. Esquecer-me do telemóvel ou dos óculos de sol? Matem-me já

Já me aconteceram as coisas mais bizarras, desde esquecer-me da chave do carro em casa e esquecer-me da chave de casa para poder ir buscar a chave do carro ou entrar em pânico por pensar que perdi o telemóvel e ele está são e salvo em casa. É daquelas coisas que provocam um infarte a qualquer um, daqueles de bater as botas

Eu sei que não sou a única (vá acusem-se) e por isso selecionei 5 coisas que tenho sempre sempre comigo e que, sem elas, o meu dia não corre bem (a não ser que encontre dinheiro no chão ou jogue o Benfica): 


Telemóvel 


Esta é de caras. Quem é que consegue sair de casa sem o telemóvel? Eu não. Principalmente se for conduzir (o que é quase sempre). Nem é pelo facto de ser uma socialona (não sou, até nem gosto muito de andar às mensagens e afins), mas sinto-me mais segura se tiver o telemóvel comigo para o caso de acontecer alguma coisa e eu precise de entrar em contato com o meu pai. Ah, e claro ... tirar umas fotografias.


Batom


Odeio sair de casa sem um 'batom de emergência' na mala. Quando uso batons que saem facilmente gosto sempre de ter este 'plano de reserva' comigo. Este batom caneta da KIKO é a solução ideal visto que é super fácil de aplicar (principalmente em situações em que não temos um espelho conosco), é super cremoso e a cor é a ideal. Se o deixo em casa ... é só o apocalipse


Chave do Carro


Eu tenho o hábito de ter sempre a chave do carro comigo por N razões: existe a mais óbvia que é para conduzir o carro e existem outras, quando tenho boleia, como usar a chave para ir buscar uma das minhetas pen's com músicas que lá tenho, ou ir buscar o chapéu de chuva, ou até mesmo para ir buscar um par de óculos que acidentalmente deixei por lá. 


Óculos de Sol


Quem conduz todos os dias consegue perceber o desassossego que é conduzir sem óculos de sol, mesmo quando não há sol de todo. A verdade é que me habituei e, hoje em dia, mesmo em dias cinzentos, vejo-me negra para conduzir sem óculos. Excepto quando chove a potes, que é aquela ocasião em que já não se vê nada sem óculos, quanto mais com eles! 


Relógio


Antes de trabalhar numa loja de roupa, relógio era coisa que, a mim, não me dizia nada. Claro que depois de receber este mimo há dois natais passados, não me consigo livrar dele (nem quero). A pior coisa que me pode acontecer é sair de casa sem relógio! É como se o mundo deixasse de funcionar. Claro que posso sempre ir ver as horas ao telemóvel (se não me esquecer dele também) ... mas claro que não é, de todo, a mesma coisa


E vocês? Quais são as coisas que têm de ter sempre convosco? Quero saber tudo


3 comentários:

  1. Bem percebo "o mundo deixa de funcionar sem relógio", tenho sempre que andar com um!

    adorei o post!
    deixo aqui o meu blog para veres e seguires se gostares
    www.larasofiaabessa.blogspot.pt

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Só me falta mesmo o relógio , de resto também tenho sempre isso tudo ! eheh
    Beijinhos linda <3

    araparigadosacores.blogspot.pt

    ResponderEliminar