30 de julho de 2015

5 tipos de pessoas que me dão cabo do nervoso

Existem muitos momentos na minha vida em que digo para mim mesma a típica frase "odeio pessoas", e isto faz-me pensar no quanto gosto do meu pequeno circulo de pessoas que fazem parte da minha vida. Por vezes acho mesmo que o melhor é não me aventurar muito para fora desse circulo, isto para não ter de apanhar aqueles certos tipos de pessoas que me dão cabo do nervoso. Que pessoas são essas? Ora bem, tenho aqui já há mão 5 exemplos para vos dar e tenho a certeza
absoluta que maior parte irá concordar comigo num piscar de olhos ... vamos lá ver: 


1. A pessoa 'diz que disse' 


É como jogar ao 'telefone avariado'. Uma diz á outra, a outra diz à outra e essa outra ainda vai dizer a uma outra, e quando se vai a ver existem demasiadas 'outras' que disseram a 'outras' versões completamente diferentes da verdadeira. Para arranjar chatices e mal entendidos não há melhor que uma pessoa 'diz que disse'. Cuidado com as frases e desabafos fora do contexto, pois a
pessoa 'diz que disse' vai sempre interpretar isso como uma oportunidade para começar uma intrigazinha ou outra. Tenham especial atenção ás perguntas que fazem a pessoas 'diz que disse'. Uma simples questão pode vir a transformar-se no maior dos vossos problemas. E, claro ... nunca se pode acreditar numa palavra que sai da boca de uma pessoa 'diz que disse' ... pelo menos desconfiem sempre


2. A pessoa que 'fala muito e não diz nada' 


Eu já sou uma pessoa com paciência limitada, mas uma pessoa 'fala muito e não diz nada' consegue esgotar-me o stock de paciência do mês inteiro. Não dá. Tu bem tentas avançar com uma conversa interessante ou com um assunto mais sério mas a pessoa que 'fala muito e não diz nada' simplesmente não consegue atingir. Tentar ela tenta, mas as tentativas, cada uma pior que a outra, saem sempre furadas. É tão frustante. O tipo de conversa que este tipo de pessoa domina é mais do gênero 'falar mal dos outros', e ainda assim ... consegue dizer muito e não dizer rigorosamente nada ao mesmo tempo. Ou então repetem a mesma conversa tipo ... um milhão de vezes, até teres de chegar aquele ponto desagradável em que tens MESMO de dizer "já contaste". Deus me Livre! 


3. A pessoa "queixinhas" 



Esta é capaz de ser das pessoas mais enervantes do planeta terra. A pessoa 'queixinhas' é aquela que, basicamente, se queixa de tudo e mais alguma coisa, todos os dias, a toda a hora. Ou é porque lhe dói a mão, ou é porque lhe dói a cabeça, ou é porque está cansada, ou é porque as coisas não estão do agrado dela. É só a coisa mais insuportável de sempre estarmos perto de uma pessoa 'queixinhas'. Chega a um ponto em que já te pões a pensar "do que é que ela se vai queixar hoje" e estremeces só de pensar nos minutos infinitos que vais perder a ouvir as infindáveis queixas do dia, queixas das quais vais ouvir falar durante quase uma semana inteira. 

4. A pessoa 'cortes' 



Estão a ver aquela vossa amiga que tenta combinar uma jantar ou uma saída com o pessoal e acaba por se cortar sempre há ultima da hora? Essa vossa amiga é uma típica pessoa 'cortes'. Vocês até acabam por ir na mesma, mas fica no ar aquele sentimento de 'então ela é que combinou e depois não vem?'. E nas vezes seguintes vocês têm sempre a tendência para dizer algo do tipo "vê lá se desta vez apareces" ... e não é que não aparece mesmo? Depois vem a parte das desculpas mais esfarrapadas de sempre. No fim acabam por nem sequer ter mais esperanças que essa pessoa apareça nas próximas saídas, mesmo que diga que vai lá estar garantidamente


5. A pessoa 'intrometida'


Este é aquele tipo de pessoa que se mete em tudo, mas quando eu digo 'em tudo' é mesmo, mesmo em tudo. Querem falar a sós com alguém, a pessoa 'intrometida' não desgruda. Combinam algo com uma amiga, a pessoa 'intrometida' cola-se. Pedem a opinião a uma pessoa próxima, a pessoa 'intrometida' dá a sua em sequer vacilar. Combinam um jantar com um grupo de pessoas, a pessoa 'intrometida' acha-se no direito de ser convidada. Pior: a pessoa intrometida é a extensão mais completa da pessoa 'diz que disse': ouve uma conversa privada e basicamente usa o diz que disse para se intrometer no assunto. 


Aposto que muitos de vocês lidam diariamente com alguns destes tipos de pessoas, seja na escola, em casa ou mesmo no trabalho. Ainda não foi encontrada cura para este tipo de pessoas, mas há uma simples solução para nós, que levamos com o embrulho todo, que é basicamente virar costas e irem para outro lado. Assim já não têm que levar com o 'diz que disse', nem com o 'fala muito e não diz anda', nem têm de aturar as queixas das pessoas 'queixinhas' nem as desculpas das pessoas 'cortes' e muito menos têm pessoas 'intrometidas' com as antenas no ar a devorar conscientemente cada palavra que dizem para a puderem usar contra vocês


Sem comentários:

Enviar um comentário