6 de abril de 2015

Sete batalhas


Sete batalhas...

   Tenho em mim a sensação de que foi ontem que cheguei a Lisboa, vinda do Algarve. A primeira coisa que fiz foi rumar à Luz para ir buscar os bilhetes para a primeira jornada do campeonato que era nesse mesmo dia. Benfica versus Paços de Ferreira. A primeira de trinta e quatro batalhas. Eu lembro-me de pensar "bolas, quero tanto o 34" quando ainda nem sequer o arbitro teria apitado para o inicio do primeiro jogo do campeonato. Sei que, por um breve
momento, fechei os olhos e relembrei o delicioso momento que ali passei, no estádio que considero a minha verdadeira casa, uns meses antes, no jogo frente ao olhanense, num domingo de Páscoa, Páscoa essa que foi tudo menos igual às outras. Que privilégio que foi poder lá estar com os restantes 62 mil adeptos, esperando impaciente pelo erguer da taça do 33º título. Foi um sonho, e não foi só um sonho meu. Lembro-me que nem o meu 1,53 de altura me impediram de me sentir absolutamente gigante. E o primeiro golo? Foi a expulsão de todo o nervosismo, felicidade, ansiedade, gratidão e emoção que estava dentro de mim. Acho que foi aquele momento ... aquele pequeno momento ... o melhor da minha vida.

   Mas agora estamos numa nova guerra. Uma guerra que começou há 7 meses e que está prestes a acabar. Batalha a batalha estamos a traçar o nosso caminho rumo ao tão desejado bicampeonato. Porra, nós merecemos. Nós merecemos tanto este título. Nem que seja por nós, adeptos, que levamos o nosso grande amor 'ao colo', de norte a sul do país. Não podemos cometer mais deslizes, é tempo de dar o tudo por tudo, seja sábado contra a Académica ou dia 26 contra o FCPorto. Não interessa quem aí vem!! Interessa lutar com Raça, Querer e Ambição, e tenho a certeza que no fim .... estaremos todos novamente juntos a gritar "O CAMPEÃO VOLTOU" no Marquês ...

Faltam sete batalhas ... ! 







Sem comentários:

Enviar um comentário